domingo, 22 de setembro de 2013

REGIME DE CAIXA REGIME DE COMPETÊNCIA E SUAS DIFERENÇAS


Regime de caixa é a forma de contabilizar e apropriar as receitas e despesas no período de seu recebimento ou pagamento, independentemente do momento em que são realizados, melhor dizendo na hora do pagamento ou na hora do recebimento.

Regime de caixa é exercer a contabilização, utilizando como método a data que efetivou o pagamento dos fatos ocorridos no determinado período. Enquanto que o regime de competência corresponde a exercer a contabilização, utilizando como método a data que ocorreu o registro do ato, ou seja, o documento oficial da contabilização em um determinado período que exige-se o fato ocorrido.

Regime de competência é o que apropria receitas e despesas ao período de sua realização, independentemente do efeito recebido das receitas ou do pagamento das despesas. Exemplo deste regime é a compra de mercadorias a prazo, se houver a compra no mês de janeiro, mas o pagamento ocorrer somente no mês de fevereiro, o gasto deverá constar no registro de janeiro, mesmo o pagamento sendo ocorrido somente em fevereiro.

 Requisitos de viabilidade para o Principio da Competência
• As transações são voluntárias e recíprocas.
• Os clientes são identificáveis
• Os clientes pagam preços individuais
• Os clientes pagam por bens e serviços exclusivos (privados).


Regime de Caixa e Regime de Competência

Questionamento: O contabilista ou a entidade podem optar por utilizar regime de caixa ou de competência para o registro de suas operações?
Resposta: Não é permitida a utilização do regime de caixa para registro dos atos e fatos contábeis.
O Regime de Competência está definido pelas Resoluções CFC nº 750/93 e na NBC TG ESTRUTURA CONCEITUAL, aprovada pela Resolução CFC nº 1.121/08, Pressuposto Básico Item 22.
Clique aqui e baixe a Resolução CFC nº 1.121/08.


• No dia 1, você paga $ 10 por um PASSE de ÔNIBUS que lhe dá direito a 10 viagens.
• Você tinha menos de $ 10 em dinheiro, mas $ 10 a mais no direito de andar ônibus.
• A empresa de ônibus tinha $ 10 a mais em dinheiro, mas tinha a obrigação de lhe dar 10 viagens.
• No dia 2, você pegou o ônibus para ir trabalhar.
• Você teve despesa de transporte de $ 1, ou seja, você usou um Real de seu direito de andar de ônibus e ficou com um saldo de $ 9.
• O ônibus tendo prestado o serviço por $ 1, ganhou $ 1 em receitas, e passou a ter um Real a menos na obrigação de lhe prestar os serviços de transporte.


• Regime de caixa é o oposto do regime de competência
• Sob o regime de caixa, a empresa de ônibus reconheceria a receita quando recebeu dinheiro do cliente.
• O regime de competência é melhor do que o regime de caixa?
- Se sim, por quê?
- Se não, por quê?
• TUDO DEPENDE DO FOCO:
– Foco financeiro e orçamentário (necessidades de caixa)
– Foco patrimonial (para onde vai a Entidade)
A ADOÇÃO DO PRINCIPIO DA COMPETÊNCIA:
-Na Despesa = LIQUIDAÇÃO
- E na RECEITA = APURAÇÃO


Por: Marcos Henrique Ramos